Lixadeira pequena, será que vale a pena?

Essa é uma dúvida muito freqüente quanto vamos comprar uma lixadeira, não é mesmo? Devo comprar uma lixadeira pequena ou devo investir em uma lixadeira maior e mais potente?

A resposta é simples, depende! Depende pois, a forma na qual a ferramenta vai ser empregada definir o tipo, o modelo e até mesmo a potência. Isso se dá quando a necessidade de uso de uma lixadeira pequena, pode não ser suprida por uma lixadeira de maior porte e vice-versa.

Além de remover material além do necessário, uma lixadeira grande pode também não chegar em locais que somente uma pequena pode alcançar.

E quando o contrário, pode ser mais trabalhoso chegar ao resultado, muitas vezes forçando o equipamento, o que pode levar a um desgaste precoce de peças e componentes. Sendo assim a melhor escolha é sempre aquela que atende a demanda do seu tipo de trabalho.

Em alguns casos é até interessante ter dois ou mais modelos para cada tipo de trabalho. Se você precisa dar acabamento em peças menores com um lixamento mais fino, lixadeiras menores como as obitais e roto-orbitais são perfeitas.

Mas se o seu trabalho demanda lixamento de grandes superfície, com pequenos desbastes e uma produtividade maior, as lixadeiras de cinta e angulares dão conta do recado.

Resumindo temos uma grande variedade de modelos de lixadeiras o que possibilita trabalhar com os mais diversos tipos de projetos. Agora a escolha certa do modelo para você é que vai garantir a qualidade do seu trabalho e a sua satisfação.

Vale a pena investir sempre no equipamento certo, mesmo que isso possa custar um pouco mais de investimento, como eu disse, investimento não gasto!

Quer saber mais sobre lixadeira? Click aqui e confira os tipos de lixadeira para madeira.